Artigo

Principais desafios – Do Google.com para Google.ai

Muitos chamaram o evento Google I/O 2017 de “chato”. Mas não se engane, o gigante da tecnologia está passando do Google.com para o Google.ai e se preparando para um mundo com foco em AI(Inteligência Artificial).

Google I / O 2017. Chato?

Já se foram os dias de smartphones gratuitos, Chromebooks e para-quedistas revelando o Google Glass. O Google I/O 2017 abriu com uma palestra bastante fraca entregue pelo seu CEO Sundar Pichai.

Em comparação com o apaixonado keynote de Satya Nadella na Microsoft Build, uma semana antes, as observações de Pichai, juntamente com muitas exposições de produtos ao longo do evento, foram vistas como decepção geral pela imprensa tecnológica. Eles foram rápidos em chamar o Google de “chato”, chegando até a dizer que é “uma má notícia para a inovação “.

Mas se você olha bem, o Google fez algum progresso notável no reposicionamento como empresa do futuro: um foco em AI além do celular. Revendo o discurso de abertura de Pinchai:

” A computação está evoluindo de novo. Nós falamos no ano passado sobre essa mudança importante na computação, desde uma abordagem móvel até uma primeira abordagem de AI. O Mobile nos fez re-imaginar cada produto em que estávamos trabalhando. Tivemos que levar em conta que o modelo de interação do usuário mudou fundamentalmente, com multitouch, localização, identidade, pagamentos e assim por diante. Da mesma forma, em um mundo com foco em AI, estamos repensando todos os nossos produtos e aplicando aprendizagem de máquinas e AI para resolver problemas de usuários, e estamos fazendo isso em todos os nossos produtos “.

O Google está alavancando a AI para remover pontos de atrito no mundo da computação. A reformulação de todos os anúncios feitos no evento deixa claro o que o Google pretende fazer.

Sim, esses novos produtos podem forçar algumas mudanças na interação do usuário com a nova tecnologia. Mas, pela virtude de ser o melhor no universo do Machine Learning e da AI, o Google se posiciona para ser o epicentro da informação – tudo isso.

Vamos ver mais profundamente.

Google I/O 2017: principais anúncios

  1. Usuários mensais ativos do Android superam 2 bilhões.
  2. O Google Assistant já está disponível no iOS.
  3. O Android Go pretende conectar “próximo bilhão” de usuários on-line.

Assim como o Google se tornou sinônimo de pesquisa on-line, o Google está pronto para ser o provedor de serviços padrão no celular. A onipresença do Android permite que o Google ofereça seus produtos por padrão instalados em mais de 2 bilhões de telefones.

Ao converter o Google Assistant em um aplicativo, o Google agora também pode atingir os clientes iOS e substituindo seu serviço padrão por outro melhor (igual ao Google Maps é superior ao Apple Maps). Finalizando, o Android Go permite o uso da internet em países com pior serviço de infra-estrutura para web e assim pode aumentar mais o seu mercado.

Com uma enorme base de usuários, o próximo passo vem do poder da AI. Aqui estão alguns outros anúncios importantes do Google:

  1. O Google Assistant SDK pode ser incorporado em qualquer dispositivo.
  2. O Google Photos agora fornece bibliotecas compartilhadas e cópias físicas chamadas Google Books, bem como recursos de pesquisa e edição de fotos com suporte de AI.
  3. O Google Lens combina seu gráfico de conhecimento com visão computacional e se move para o espaço de realidade aumentada.
  4. Os dispositivos Daydream VR estão em evolução, juntamente com o suporte VR para o Galaxy S8.

O Google Assistant SDK agora pode desafiar o domínio de Alexa no ecossitema de IoT. A Google demonstrou como o Google Home agora pode ser usado como um telefone, um alto-falante bluetooth e também suporta uma interface visual através da TV conectada ao Chromecast.

Tudo isso aponta para uma missão para conectar todos os dispositivos ao seu ecossistema. Não importa como você interage com os dispositivos do Google: voz, celular, TV ou texto.

Os recursos aprimorados de fotos do Google, como o compartilhamento sugerido, bibliotecas compartilhadas e livros de fotos, ajudam o Google a processar mais fotos servindo como dados de treinamento de seus algoritmos, que, por sua vez, levarão a melhoria de suas capacidades de reconhecimento. Não só o Google está criando uma rede social através de fotos compartilhadas, mas está forçando a conexão entre conhecimento e visão. Como afirmou Pichai:

“Como você pode ver, estamos começando a entender imagens e vídeos. Todo o google foi construído porque começamos a entender texto e páginas da web, de modo que o fato de os computadores entenderem imagens e vídeos tem implicações profundas para a nossa missão principal “.
Essencialmente, o Google agora está coletando informações do mundo físico, não só através de pesquisas de texto e na web, mas através do Google Lens e do Google Photos. Esta conexão tem grandes implicações em VR e AR, e o Google imediatamente aumentou os desenvolvimentos em relação aos fones de ouvido Daydream.

Finalmente, com seus novos chips TPU otimizados para treinar algoritmos de ML, o Google está transformando a nuvem para ser mais inteligente. À medida em que usa redes neurais para treinar outras redes neurais, ele procura acelerar o processo de treinamento e criar formas automatizadas para acelerar o processo.

No geral, o Google está preenchendo mais e mais lacunas em sua base de conhecimento.

No início deste ano, o diretor de AI do Facebook, Yann LeCun, afirmou corajosamente que, no futuro próximo, as máquinas poderão entender o senso comum apenas observando o mundo. Em outras palavras, as máquinas serão capazes de incorporar o contexto, assim como os humanos, para entender e processar a informação de forma mais inteligente.

Ben Thompson disse o melhor no seu artigo ” Boring Google “:

“Não se engane, nenhuma dessas oportunidades é parecida com o serviço de busca do Google, a abertura de seus respectivos mercados ou o caminho para a monetização. Os três aplicativos, no entanto, estão se apoiando nos pontos fortes do Google.

  • O Google Assistant está focado em estar disponível em todos os lugares.
  • O Google Photos está vencendo por ser o melhor através do uso de uma base de dados superior e do ML.
  • O Google Lens está expandindo a utilidade do Google para o mundo físico.”

Google I/O pode ter sido chato. Mas não se engane. O gigante da tecnologia está lentamente fazendo uma transição do Google.com para Google.ai. A mudança do foco do celular para a AI está acontecendo e rapidamente.

Autor: Yitaek Hwang
Este artigo é uma tradução do original: https://iot-for-all.com/google-io-2017-major-takeaways/
Fonte: https://iot-for-all.com – IoT For All is a leading technology media property dedicated to providing the highest-quality, unbiased content, resources, and news centered on the Internet of Things and related disciplines.
Ver mais posts

Artigos relacionados

Close